COM ATRAÇÃO DA UNIÃO DE VEREADORES DA BAHIA, ÂNGELO CORONEL FORTALECE SEU NOME

Desde que articulou sem a ajuda do Palácio de Ondina a candidatura à presidência da Assembleia Legislativa, o deputado Ângelo Coronel (PSD) vem demonstrando que é do tipo que “não dá ponto sem nó”.

O pessedista, que ora é aliado do governador Rui Costa, ora se coloca como independente e não muito raro é visto como oposição, com tendência numa remota hipótese apoiar ACM Neto (DEM) para o governo em 2018, conseguiu com a cessão de três salas na Assembleia Legislativa para abrigar a União dos Vereadores da Bahia (UVB) atrair para si a atenção dos quase cinco mil vereadores espalhados pelo Estado.

Em conversa com o site Bocão News, Coronel reconheceu que a atração da UVB foi uma jogada de mestre. “Sem dúvidas que faz com que o nome Coronel interiorize mais”. Mas não descartou o discurso de valorização do legislativo, além de ter negado que poderá com isso vitaminar o quociente eleitoral do filho, Diego Coronel, que vai disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. “Nada a ver com Diego esse fortalecimento da UVB. O foco é valorizar o parlamento em todos os níveis (municipal/estadual/federal)”.

Informações: Bocão News

Escreva seu comentário