Archive for outubro, 2016

A INFLUÊNCIA DA CULTURA NA MUDANÇA DE PARADIGMAS

O projeto cultural, em todas as suas vertentes, representa um poderoso instrumento de mudança de hábitos e comportamento, para uma melhor percepção do mundo.

O conceito de cultura mais recorrente é um complexo conjunto que inclui conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como integrante da sociedade humana.

Dependendo da sua escala evolutiva o indivíduo sofre influências culturais seja na chamada cultura popular ou no conjunto de conhecimentos acadêmicos, eruditos. A principal característica da cultura é a capacidade de responder ao meio de acordo com os níveis de assimilação e das mudanças sutilmente sugeridas pelas manifestações culturais.

É através da cultura ou da guerra que se constitui a identidade de um povo, os procedimentos repetidos por gerações, empiricamente, também pode moldar a natureza coletiva de uma comunidade.

Nesse sentido, a cultura com atividade fim, como órgão específico, permite que  o gestor público possa contribuir enormemente para a construção de um caminho seguro para o âmago da sociedade, através as ações que cheguem ao coração e à sensibilidade do indivíduo. Desde que criou a sua Secretaria de Cultura Jequié tem sido um exemplo de sucesso na área.

A música é um forte elemento de construção de novos sentimentos, percepção da realidade política e registro de marcantes fatos históricos; já as artes plásticas marcam indelevelmente as expressões percebidas em cada época e definem as tendências de uma geração. Assim como o teatro, o cinema, a poesia, muitas outras vertentes são fatores contributivos de um novo paradigma para a humanidade.

Que bom que alguém que se proponha a dirigir uma cidade tenha em mente a importância do ato de esparzir cultura para todas as pessoas, independentemente de nível econômico, social ou a que etnia pertença.

Sim, porque a cultura tem a diversidade como alvo. Distribui conhecimento a esmo, ao tempo em que consolida as convicções dos agentes culturais. Como a cultura é também um mecanismo cumulativo, as modificações trazidas por uma geração passam à geração seguinte, revestidas do doce e inocente papel do entretenimento. De modo que os elementos culturais se transformam perdendo e incorporando aspectos mais adequados à sobrevivência, reduzindo o esforço das novas gerações.

É importante perceber que dentre os planos de um prefeito ou de uma prefeita, eivado de empreendimentos concretos e de maior visibilidade, possamos vislumbrar a priorização de projetos culturais como fator de desenvolvimento humano das nossas cidades.

Gil e Hildebrando em Ipiaú

Gil e Hildebrando em Ipiaú

Mas, as mudanças culturais acarretam, quase sempre, alguma resistência. No passado, ali pelos anos sessenta, ipiauenses ilustres que não tinham ainda a solidez acadêmica e a estrutura econômica e profissional de um Euclides Neto, Salvador da Matta, Protógenes Jaqueira, tiveram que migrar para outras paragens para se afirmar como fator de transformação do mundo. Foi assim como o artista plástico, compositor, ator e cineasta ipiauense Lula Martins, premiado na 9ª Bienal de Artes Plásticas de São Paulo, com seu filme Meteorango Kid aplaudido em Cannes e sua música Rock Mary em primeiro lugar nas paradas de sucesso da época; foi assim com Dicinho, autor de cenários deslumbrantes de shows musicais de Gal Costa e Caetano Veloso, hoje artista plástico de renome nacional; foi assim com a intelectual Regina Matta, o líder político de esquerda Rui Patterson, a educadora Jussara Midlej, o senador Waldeck Ornellas. Entre tantos outros: a mola propulsora das suas trajetórias vitoriosas foi a cultura em todos os seus aspectos. Em Jequié não foi diferente, Wali Salomão, Bené Sena, César Zama, Rogério Duarte, Ednisio… Todos precisaram mudar-se para São Paulo em função da privação cultural.

O hino de Ipiaú, composto pelo poeta e odontólogo ipiauense Manoel Pinto, o Mappin em parceria com o jornalista Jairo Simões é uma peça cultural que marcou toda uma geração. Através dele, os ipiauenses sentem um incômodo nó na garganta ao tempo em que também sentem o peito encher-se de orgulho e ufanismo pela identidade cultural da sua cidade.

Portanto, a mudança de culturas representa obstáculo significativo, uma vez que influências religiosas, conceitos familiares, ideologia política ou simplesmente, privação cultural, às vezes impedem o trânsito da riqueza das manifestações culturais, conhecimento e a absorção de fontes de informação responsável pela aquisição da capacidade de lançar um novo olhar sobre o universo e perceber Mozart, Brecht, Da Vinci, Shakespeare. Ou Ariano Suassuna, Euclides Neto, Luiz Gonzaga, Jorge Amado, Waly ou Tatai.

O avanço cultural da sociedade permite ao cidadão encarar o mundo tanto por contingências ambientais quanto por transformações da consciência social.

Na verdade a Cultura é ferramenta para incentivar desenvolvimento econômico. A cultura pode ser usada para incentivar o desenvolvimento econômico justo e sustentável de uma cidade, de um país. As atividades culturais são estratégicas e geram trabalho, emprego e renda, além de promover a inclusão social, especialmente entre jovens.

Feliz do gestor ou gestora que deixe indelevelmente marcado na história do povo cujos destinos conduziu, um legado de identidade cultural, de equipamentos onde trafeguem a cultura e a consequente sutileza na percepção dos valores essenciais do ser humano. Certamente, a linguagem cultural, de todas as artes, é o idioma preferido por Deus.

 

 

PROJETO DO RIO DE CONTAS LEVA ROTARIANOS À SUA NASCENTE

A cidade de Rio de Contas foi a primeira cidade criada da Chapada Diamantina, em 1723, ainda como vila, segundo o IBGE, e a preservação de seu casario colonial leva muitos turistas até lá, mesmo havendo muitas belezas naturais e trilhas ecológicas.

A cidade de Rio de Contas foi a primeira cidade criada da Chapada Diamantina, em 1723, ainda como vila, segundo o IBGE, e a preservação de seu casario colonial leva muitos turistas até lá, mesmo havendo muitas belezas naturais e trilhas ecológicas.

Integrantes do Rotary Club Jequié Cidade Sol organizaram excursão aos municípios da Chapada Diamantina em busca de imagens relativas ao Rio de Contas, sua história e sua nascente na Serra da Tromba, entre os municípios de Piatã e Abaíra..

Objeto de projeto de revitalização das suas calhas, pelo citado Clube de Serviços, o Rio de Contas é um curso de água brasileiro que banha o estado da Bahia. Erroneamente, é também conhecido por “Rio das Contas”.[nota 1] É o principal rio da bacia hidrográfica que leva seu nome.

rioss

O rio recebe inúmeros afluentes já no perímetro do seu nascedouro, passa pelas cidades de Abaíra, Jussiape, Brumado, Dom Basílio, Tanhaçu, Barra da Estiva, Manoel Vitorino, Maracás, Jequié (onde foi erguida a Barragem de Pedras), Jitaúna, Aiquara, Ipiaú, Itagibá, Barra do Rocha, Ubatã, Ubaitaba e Aurelino Leal, para finalmente ter a sua foz no oceano Atlântico, em Itacaré.

Recepção em Brumado

Recepção em Brumado

A comitiva rotariana, integrada por professores, profissionais de saúde, administradores, jornalistas, servidores públicos, empresários, contabilistas e estudantes, aproveitaram a missão para promoverem um companheirismo na bucólica cidade de Rio de Contas, não sem antes passar por Brumado onde a comitiva foi recebida e, na sede do Rotary Club de Brumado, rotarianos e interactianos assistiram a apresentação do projeto. O Rotary Clube Jequié esteve representado pela companheira Jarolina Rodrigues Dias , presidente no período 2015/2016.

proj

Almoço na Fazenda Vaccaro

Almoço na Fazenda Vaccaro

Nota 1 – As fontes oficiais e históricas da Bahia tratam sempre por “Rio de Contas”, tal como o nome da cidade; neste verbete, contudo, é citada uma referência, feita no Ceará, onde a denominação equivocada é utilizada (q.v. “Gestão Legal dos Recursos Hídricos dos Estados do Nordeste do Brasil”), a demonstrar a amplitude do uso errôneo.

CARTA A EVANDRO LOPES

reinaldo*Por Reinaldo Pinheiro

 

Das alegrias que tenho tido ultimamente, além dos passeios com Beatriz, minha neta, está o de encontrar meus  amigos na Praça Rui Barbosa. Que satisfação que tenho, aos finais de tarde, de lá da loja de Zélio, ver que você, Micheli, cel. Ivo, Midlej, Mirabeau, Nagib, Toledo e seu Zé Borges já se encontram na barraca de Nildete, tomando cafezinho, comendo milho verde e, o melhor, prosando, na mais perfeita harmonia. Mas, hoje, vou destacar a sua ilustre presença que, para mim, muito representa. Como diz Joel Pinheiro, com muita propriedade, Evandro Lopes é o cidadão! Não preciso dizer mais nada, não é? Mas, digo. Você é um exemplo de dignidade pra todos nós jequieenses. Como é bom vê-lo falando na igreja, na maçonaria, no conselho comunitário, no Lyons, nos encontros informais com seus amigos. O timbre de voz marcante, firmeza na expressão sem floreios, ideias bem articuladas, cativam sempre a audiência atenta. As palavras sábias trazem em si um viés pedagógico: iluminam a mente, irradiam o coração; desenvolvem a inteligência, estimulam as emoções.  Seu comportamento gentil, o espírito elevado, a postura elegante, o humor refinado, aliados ao sorriso largo, irradia contentamento aos que estão em sua volta. Como dizia minha irmã Edeltrudes, lá atrás na minha infância: “as palavras comovem; os exemplos arrastam”. A.D. Que bom Evandro, poder desfrutar da sua amável companhia, da sua amizade sincera que busco cultivar com as gotas mais puras do coração, como os bons jardineiros, tornando-a sempre viva, fértil, feliz!

Um abraço fraternal do seu amigo,

Reinaldo Pinheiro

P.S. Amanhã nos veremos na praça.

*Reinaldo Pinheiro é pedagogo, professor aposentado da UESB, ex-prefeito de Jequié

HORÁRIO DE VERÃO: BANCOS ANTECIPAM HORARIO ATENDIMENTO A PARTIR DESSA SEGUNDA

bancos

Embora não tenha aderido ao horário de verão pelo quinto ano consecutivo, a Bahia terá algumas mudanças nos horários de funcionamento de alguns serviços entre 16 de outubro deste ano e 19 de fevereiro de 2017. As agências bancárias do interior do estado, por exemplo, terão os horários de abertura e fechamento antecipados em uma hora. Já em Salvador e na região metropolitana não haverá mudanças nos horários de atendimento. Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF), as agências lotéricas não irão alterar o horário de funcionamento. Entretanto, as apostas seguem o horário de Brasília e, portanto, serão encerradas com uma hora de antecedência.

EM 10 ESTADOS E DISTRITO FEDERAL COMEÇOU HOJE O HORÁRIO DE VERÃO

Diferença de uma hora vai até o dia 19 de fevereiro de 2017. Governo estima que irá economizar R$ 147,5 milhões.

mapa-dos-estados-com-horario-de-verao

Entrou em vigor neste domingo (16) o horário de verão em dez estados mais o Distrito Federal. Os moradores devem adiantar os relógios em uma hora. O horário de verão vai durar até o dia 19 de fevereiro de 2017.

O governo federal diz que poderá economizar R$ 147,5 milhões. O valor representa o custo evitado em usinas térmicas por questões de segurança elétrica e atendimento à ponta de carga no período de vigência do horário de verão.

O horário diferenciado vale para os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, além do DF.

Entre os objetivos está a redução da demanda durante o horário de pico, que vai normalmente das 18h às 21h. Com o horário de verão, a iluminação pública, por exemplo, é acionada mais tarde, deixando de coincidir com o horário de consumo da indústria e do comércio.

Redução do consumo

Segundo o governo, nos últimos dez anos, a medida tem possibilitado uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de maior consumo e uma economia absoluta de 0,5%. Isso equivale, em todo o horário de verão,  ao consumo mensal aproximado de energia em Brasília, com 2,8 milhões de habitantes.

O governo explica que o horário de verão possibilita a ampliação do período de maior consumo, reduzindo o volume de carga de energia nas linhas de transmissão, nas subestações e nos sistemas de distribuição num mesmo momento, o que reduz os riscos de apagões.

No Brasil, o Horário de Verão tem sido aplicado desde 1931/1932, com alguns intervalos.

Segundo as pesquisas, o horário de verão pode afetar o tempo de prática de atividades físicas, no número de acidentes de carro e até no período em que funcionários passam navegando na internet de forma improdutiva durante o expediente.

Pela legislação, o horário de verão irá vigorar nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

Esta será a 40ª edição do horário de verão no país. A primeira vez ocorreu no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

JEQUIÉ: PRAÇA RUI BARBOSA TERÁ ARENA INTERATIVA COCA-COLA: ESPORTE RADICAL, EDUCAÇÃO E CULTURA

arena

Para quem gosta de praticar esportes radicais, essa é a oportunidade perfeita de se exercitar e curtir com a família. Jequié irá receber de 20 a 23 de outubro (quinta das 15h às 20h), (sexta, sábado e domingo das 15 às 22h), a Arena Interativa Coca-Cola. O evento, que é destinado aos jovens da cidade e é gratuito (de acordo com a capacidade de cada equipamento), será realizado na Praça Rui Barbosa, no Centro da cidade. Com o objetivo de promover a interação social através do esporte e de resgatar as praças do interior, a ação estima atingir cerca de 20 mil pessoas. Equipamentos como o Girobike, uma bicicleta inédita desenvolvida pela Litoral Esporte que gira em 360º; o Full Pipe, um enorme balanço que permite giro de até 360º no eixo vertical; o Bungee Trapolim, que consiste em uma cama elástica sustentada por dois mastros elevando o participante até 10 metros de altura; e a Torre de Escalada, estarão disponíveis para aventuras. Além desses, outras atividades como skate, futebol de golzinho, basquete de rua, tênis de mesa, jogos de tabuleiro como o xadrez e apresentações artísticas e culturais irão entreter os presentes. A Arena Interativa Coca-Cola é realizada pelo IBDE (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Esporte) com promoção da Litoral Esporte, patrocínio da Solar Coca-Cola e apoio do Governo do Estado da Bahia através do Faz Atleta e Prefeitura de Jequié.

JEQUIÉ: CAMINHONETE CAPOTA NA BR-330 E DEIXA ADVOGADO FERIDO

bui

O jovem advogado Ladislau Muniz Bulhões Filho, “Bui Bulhões”, 25 anos, candidato a vereador pela legenda do PTN nas eleições deste ano em Jequié, envolveu-se em um acidente de veículo nas primeiras horas da manhã deste sábado (15/10), na BR-330, próximo a Fazenda Provisão. Bui dirigia a caminhonete Toyota/Hyllux de cor verde, de sua propriedade que capotou dez vezes na pista. O jovem está lúcido e permanece  internado no Hospital Iorte, com suspeita de fratura na clavícula e hematomas no corpo e na cabeça. De acordo com o seu pai, o ex-vereador Neto Bulhões, a dificuldade que vem encontrando é a não existência neste final de semana de ortopedista de plantão nas unidades pública e privadas de saúde da cidade, “ele está vivo realmente por milagre”, comentou Neto Bulhões. (Jequié Repórter)

MAS CADÊ JAQUES WAGNER?

aninha-francoAninha Franco* em Trilhas**

 

 

Em 4 de outubro, o escritor José Nêumanne telefonou, cedo, pra saber se Jaques Wagner estava em minha casa. Nêumanne é um piadista nato. Em seguida, me contou que a Polícia Federal estava na sede do PT, na Rua Alagoinhas, atrás de documentos sobre fraudes nas eleições de 2014, e eu rumei pra lá atrás de notícias, com Liberdade, minha bicicleta. Do dia 4 a ontem, dia 14, o ex-governador Jaques Wagner, ex-ministro de Dilma Rousseff, possível candidato à presidência da República em 2018, e à presidência do PT a qualquer momento, pitaqueiro diário sobre os mais variados assuntos da política nacional, desapareceu. Eu, que amo os pitacos de Jaques Wagner, pergunto: Cadê Jaques Wagner?

Bob Dylan é o Nobel de Literatura 2016. Ele escreveu uma autobiografia – Crônicas -, e um romance classificado de indecifrável – Tarântula -, mas não nobelou por nenhum dos dois. Nobelou porque o Nobel precisava chegar ao final do século XX, aos poetas que imprimiram Poesia em milhares de neurônios auxiliados pela música. Bob Dylan (USA) e John Lennon (Inglaterra) no Planeta, Chico Buarque, Torquato Neto, Caetano Veloso, Raul Seixas no Brasil, Charly Garcia na Argentina, Lucio Dalla na Itália, e outros de outros lugares, vitalizando a Poesia em discos e shows como os livros jamais conseguiriam. O tema não é o predileto de Jaques Wagner, mas bem que ele poderia aparecer pra falar sobre isso.

E sobre a intimação de Carlos Lupi – dono do PDT que, um dia, foi de Brizola, o ex.ministro de Lula e de Dilma, demitido (por corrupção?) e admitido (por pressão de Lula?) por Dilma –, ao ex.poderoso Partido dos Trabalhadores para aceitar sua derrota acachapante nas últimas eleições, entender que a derrota lhe fez menor que o PDT, e que o candidato à presidência em 2018 é Ciro Gomes. – Valei-nos São Fudêncio! – Nós podemos lamentar por Leonel Brizola que, morto, não pode impedir Carlos Lupi de conduzir um PDT maior que o PT. Podemos horrorizar-nos com a selvageria de Lupi que foi amigo de Lula e que agora é amigo de Ciro que não é amigo de ninguém! Mas só Jaques Wagner poderia contestar os tamanhos do PT e do PDT com Carlos Lupi! Cadê Jaques Wagner?

Lula está sendo processado uma vez por semana, sempre por motivos ligados a sua atividade incessante de transformar a coisa pública em patrimônio privado dele, de seus filhos e de seus amigos. Até o dia em que a Hidra de Lerna instalou-se na Bahia, nós tivemos a opinião de Jaques Wagner sobre o assunto. Todas parecidas, mas de Jaques Wagner. Depois da Hidra de Lerna, as opiniões e o próprio Wagner desapareceram. Cadê Jaques Wagner?

A cidade da Baía, moça fina, delicada, repleta de dotes e patrimônios, todos riquíssimos, precisa recuperar sua capacidade de pensar, submergida por uma militância oca que, nesses anos todos, só produziu desemprego e invisibilidade. Precisa, também, recuperar sua elegância incisiva. O que falta a esta cidade? Perguntou Gregório de Mattos, baiano, patrono da Poesia e do Pensamento brasileiros. Verdade! Sempre falta verdade! Mas, atualmente, falta Pensamento, matéria prima de qualquer Sociedade significativa.

*Aninha Franco é escritora, pensadora, poeta, dramaturga, advogada e ativista cultural.

**Publicado em 15 Outubro de 2016 no Correio da Bahia

PETROBRAS REDUZ PREÇO DA GASOLINA E DIESEL A PARTIR DESTE SÁBADO

O impacto dessas reduções no bolso do consumidor dependerá das estratégias de cada posto.

O impacto dessas reduções no bolso do consumidor dependerá das estratégias de cada posto.

A Petrobras anunciou hoje (14) a redução do preço da gasolina em 3,2% em suas refinarias, a partir da zero hora de sábado (15). Também haverá redução de 2,7% no preço do diesel. Os reajustes são reflexo de uma nova política de preços aprovada na quinta-feira (13) pela empresa.

A redução é para o combustível vendido no atacado para postos de gasolina. O impacto dessas reduções no bolso do consumidor dependerá das estratégias de cada posto. Mas, se o repasse da redução no preço na refinaria for feito integralmente para o preço ao consumidor, as reduções serão de 1,4% na gasolina e 1,8% no diesel. A nova política terá preço de paridade internacional, margem para remuneração de riscos inerentes à operação e nível de participação no mercado. A empresa estabeleceu, entre outras coisas, que nunca terá preços abaixo da paridade internacional. A política de preço de paridade internacional (PPI) inclui os custos com frete de navios, custos internos de transportes e taxas portuárias. Os preços serão revistos pelo menos uma vez por mês. Eles podem ser reduzidos, aumentados ou mantidos.

GOVERNADOR DISTRITAL DO ROTARY INTERNACIONAL É RECEBIDO PELOS CLUBES DE JEQUIÉ

O Governador Distrital Luiz Augusto Freitas Conceição e sua esposa Nadir Conceição, ladeados pelos presidentes dos Rotary Club de Jequié

O Governador Distrital Luiz Augusto Freitas Conceição e sua esposa Nadir Conceição, ladeados pelos presidentes dos Rotary Club de Jequié e do presidente do Rotaract local.

Em concorrida cerimônia, o Governador do Distrito 4550 do Rotary Internacional, Luiz Augusto Freitas Conceição, esteve em Jequié em visita oficial, tendo sido recebido pela totalidade dos integrantes dos 4 clubes de Jequié.

À reunião de trabalho, que em determinado momento foi transformada em Assembleia Geral, tratou da avaliação das metas e dos projetos em curso, culminando com um jantar para 150 convidados.

Eduardo Alves Pereira, presidente em exercício do Rotary Club Jequié Cidade Sol

Eduardo Alves Pereira, presidente em exercício do Rotary Club Jequié Cidade Sol

A solenidade foi presidida pelo presidente em exercício do Rotary Clube Jequié Cidade Sol, Eduardo Alves Pereira, no impedimento do presidente Ari Machado de Moura, teve como cerimonialista a rotariana Wilma Stock.

O presidente abriu os trabalhos com a execução do hino nacional brasileiro. Em seguida, dirigindo-se ao governador do Distrito 4550 registrou a honra de presidir a solenidade com a presença de todos os rotarianos de Jequié.

Marcelo Freire Almeida Souza e Antonio Fernando Suzart Almeida, saudaram o companheiro governador em nome dos clubes de Rotary de Jequié. O primeiro orador, presidente do Rotary Jequié Norte, num pronunciamento sucinto e objetivo, falou da vida rotária e elencou os projetos em curso, destacando as ações previstas para revitalização da calha do Rio de Contas no âmbito do município de Jequié. Já o segundo, presidente do Rotary Cidade Sol no período 2011/2012, num belo discurso, lembrou a rica trajetória profissional e como rotariano, do governador Luiz Augusto, membro do Rotary Clube Ipiaú Vale dos Rios, do qual foi fundador e presidente duas vezes. Discorreu sobre o currículo do representante do Rotary Internacional, destacando sua atividade esportista como 4º Dan em Caratê e exemplar técnico, hoje aposentado, do Tribunal de Contas dos Municípios na Bahia.

A presidente do Rotary Jequié Cidade Sol período 2013/2014 Edileusa Souza Reis; o Vice Presidente do Rotary

A professora Edileusa foi uma das homenageadas

A professora Edileusa foi uma das homenageadas

Jequié Norte Reinildo Neri da Silva e a Governadora Assistente 2015/2016, Alba Benemérita Vilela, do Rotary Vale das Montanhas foram homenageados pelo Distrito 4550 por suas atuações como rotariano e pelos serviços prestados á comunidade, recebendo das mãos do Governador Luiz Augusto, o diploma de reconhecimento do Distrito 4550.

Cumpridas as formalidades do cerimonial e vencida a pauta dos trabalhos, o presidente convidou a todos para um lauto jantar seguido de variado buffet de sobremesa organizado pelas companheiras Jarolina, Edileusa, Sara Oliveira e Elisãngela.

rotary-gov55rotary-gov88tomfracisney

Veja o vídeo