Archive for agosto, 2016

CASAL DE JORNALISTAS ANUNCIA QUE ESTÁ SE SEPARANDO APÓS 26 ANOS DE UNIÃO

willliamfatima

Os jornalistas Fátima Bernardes 52 anos e William Bonner, 53, um dos casamentos mais sólidos da TV brasileira anunciam que chegou ao fim a união de 26 anos. A notícia foi postada nas redes sociais de ambos, em suas contas do Twitter.

“Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto. Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre”, escreveu a apresentadora.

O âncora e editor do “Jornal Nacional” publicou exatamente a mesma mensagem em sua rede social.

MESMO COM PRESENÇA DE LULA, WAGNER E CELEBRIDADES, PT ESTÁ PESSIMISTA COM IMPEACHMENT

Tensos, Wagner, Chico Buarque e Lula acompanham o julgamento de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado Federal

Tensos, Wagner, Chico Buarque e Lula acompanham o julgamento de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado Federal

Mesmo depois da mobilização na residência da senadora Lídice da Mata, petistas reconheceram na manhã desta segunda-feira que não há mais condições de reverter o placar do impeachment.

O clima é de pessimismo entre os interlocutores mais próximos da presidente afastada. Até mesmo a movimentação recente do ex-presidente Lula, que esteve em Brasília na sexta-feira e jantou neste domingo com Dilma, não surtiu o efeito esperado. Lula não conseguiu reverter os votos necessários.

Segundo um senador do PT, sem a caneta na mão, a missão se tornou praticamente impossível, numa referência à negociação de cargos e ministérios. “Não tínhamos nada que oferecer”.

Segundo integrantes do PT, a presença de Lula em Brasília serviu muito mais como gesto de solidariedade a Dilma. “Lula não quis passar a impressão de que estava abandonado a sua sucessora”, disse um senador petista.

Agora, às 12h37m, o ex-presidente Lula, acompanhado do compositor Chico Buarque de Holanda e do ex-ministro Jaques Wagner, permanecem no plenário do Senado Federal, a convite da própria presidente afastada, num simbólico gesto de apoio a Dilma Rousseff, comentado nos bastidores como uma manifestação de cumplicidade com os malfeitos dos quais Dilma Rousseff é acusada!

Tucanos e petistas adotam cautela com fala de Dilma

Depois de duas horas de sessão, tanto aliados da presidente afastada Dilma Rousseff quanto integrantes da base do presidente em exercício Michel Temer mantém o tom cauteloso nesse processo de julgamento da presidente Dilma Rousseff.

Há o reconhecimento das duas partes de que qualquer excesso pode ter efeito negativo para os dois lados.

“A estratégia é de contenção mútua”, disse um senador petista.

“Todo mundo sabe que todos sairão feridos se a corda for esticada”, completou.

Na mesma linha, um tucano alerta que se houver qualquer postura mais agressiva por parte de senadores da base de Temer, isso poderá se voltar contra o próprio senador.

“Todo mundo está calibrando a sua artilharia”, disse ao Blog um senador tucano. “Nós não vamos atacar. Mas haverá reação”, concluiu esse senador.

Fonte: blog do Camarotti

MARIA BETHÂNIA EMOCIONA NA ABERTURA DA BIENAL DO LIVRO EM SÃO PAULO

maria-bethania

“Eu, Maricotinha, aluna de escola pública, abrindo a Bienal do Livro. Não é lindo?”. Foi assim que Maria Bethânia encerrou sua apresentação na sexta-feira, 26, não sem antes pedir desculpas por ter ultrapassado os 40 minutos combinados – não que alguém tenha achado ruim ouvi-la cantar e ler trechos de poemas e livros. A cantora, ligada ao universo literário há muito tempo, fez uma versão reduzida de seu show Bethânia e As Palavras, antes dos discursos habituais na cerimônia de abertura da Bienal Internacional do Livro de São Paulo – apenas o ministro da Educação, Mendonça Filho, evitou o microfone. Até 4 de setembro, são esperadas 700 mil pessoas no Anhembi.

Guimarães Rosa, Fernando Pessoa, Mia Couto, Manuel Bandeira, o professor da infância, Nestor Oliveira, que apresentou a poesia a Bethânia e Caetano. Eles e muitos outros, todos juntos, entre um verso e outro, uma música e outra, na voz de uma Bethânia toda de branco, cabelo preso quase até o fim do show, óculos de grau.

A Poetas Populares (Os nomes dos poetas populares / Deveriam estar na boca do povo / No contexto de uma sala de aula / Não estarem esses nomes me dá pena), de Antonio Vieira, ela emendou Trenzinho Caipira, num dos momentos mais bonitos – como foi quando ela cantou Romaria. A leitura de um longo trecho de Grande Sertão: Veredas também foi um dos pontos altos.

O moçambicano Mia Couto apareceu mais de uma vez. Dele, ela leu: “Agora, meu ouro é a palavra. Agora, a poesia é a minha única visita de família” e “Na escolinha, a menina propícia a erro disse que feminino de noiva é navio”. “Que coisa linda”, ela disse após ler esta última frase – e então cantou trecho de Oração ao Tempo.

Na sequência, leu Velha Chácara, de Manuel Bandeira, comentou sobre o aprendizado com Nestor de Oliveira, seu professor em Santo Amaro, na Bahia, e deu seu recado: “É possível, sim, uma boa e plena educação nas escolas públicas. Veja eu, Maricotinha, abrindo a Bienal do Livro. Beijinho no ombro”. Ela voltou a repetir isso – sem a referência à Valeska Popozuda – no final.

Informações: A Tarde e O Estado de S. Paulo.

IMPEACHMENT: 33 PESSOAS VÃO ACOMPANHAR DILMA

dilma rousseff

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) fará um pronunciamento antes de responder as perguntas dos senadores na próxima segunda-feira (29). A petista se defenderá no julgamento do processo de impeachment. Embora algumas informações sobre o que será dito tenham sido publicadas, o texto final passar por inúmeras mudanças a todo instante. Dilma fará uma abordagem mais pessoal sem perder a combatividade. A lista de pessoas que acompanharão a presidente afastada contém 33 nomes. Estarão presentes neste ato final ex-ministros, assessores especiais e presidentes de partidos aliados.

Confira a lista:

Aldo Rebelo – ex-ministro da Defesa; Aloizio Mercadante – ex-ministro da Educação; Antonio Carlos Rodrigues – ex-ministro dos Transportes; Carlos Gabas – ex-ministro da Previdência e da Aviação Civil; Carlos Lupi – presidente do PDT e ex-ministro do Trabalho; Daisy Barretta – assessora especial de Dilma Rousseff; Eleonora Menicucci – ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres; Eugênio Aragão – ex-ministro da Justiça; Giles Azevedo – ex-assessor especial da Presidência; Izabella Teixeira – ex-ministra do Meio Ambiente; Luiz Inácio Lula da Silva – ex-presidente da República; Jaques Wagner – ex-ministro da Casa Civil e do Gabinete da Presidência; Jorge Messias – ex-subchefe de Assuntos Jurídicos da Presidência; José Eduardo Cardozo – ex-ministro da AGU e da Justiça; Juca Ferreira – ex-ministro da Cultura; Luciana Santos – presidente do PC do B; Maria de Fátima Carneiro de Mendonça – mulher do ex-ministro Jaques Wagner; Maurício Muniz – ex-ministro da Secretaria Nacional dos Portos; Miguel Rossetto – ex-ministro do Trabalho; Miriam Belchior – ex-presidente da Caixa; Nelson Barbosa – ex-ministro da Fazenda e do Planejamento; Nilma Lino Gomes – ex-secretária de Igualdade Racial; Olímpio Antônio Brasil da Cruz – assessor de imprensa de Dilma Rousseff; Patrus Ananias – ex-ministro do Desenvolvimento Agrário; Paula Zagotta – assessora especial de Dilma Rousseff; Renato Rabelo – ex-presidente do PC do B; Ricardo Berzoini – ex-ministro da Secretaria de Governo; Roberto Stuckert Filho – fotógrafo oficial de Dilma Rousseff; Rui Falcão – presidente do PT; Sandra Brandão – ex-assessora especial da Presidência; Tereza Campello – ex-ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome; Tiago Falqueiro – assessor especial de Dilma Rousseff; Wagner Caetano – ex-chefe do Gabinete de Crise do Planalto. Informações: Política Livre

BAIANA RELATA AO METRO1 MOMENTOS DE TENSÃO DURANTE TERREMOTO NA ITÁLIA

Terremoto na Itália

A baiana Paloma Del Sarto relatou ao jornal Metro1 ter passado por momentos de tensão durante um terremoto que atingiu a Itália nesta quarta-feira (24). Ao todo, 120 pessoas morreram e outras 360 ficaram feridas, segundo as autoridades italianas.

Natural de Jequié, Paloma morou na região 23 anos, precisamente em Porto Sant’Elpidio, uma comuna italiana da região dos Marche, na província de Fermo. Após retornar ao país a quatro anos atrás, ela seguiu visitando a região durante o verão europeu. “Eram 3h30 da manhã quando aconteceu o primeiro tremor”, disse ela. “São 23 anos que moro aqui e nunca tinha sentido tremores tão fortes. Os objetos começaram a cair. Foi terrível.”

Segundo ela, os hospitais da região se encontram lotados e muitos voluntários passaram a circular nos locais para tentar ajudar os feridos. “O terremoto atingiu as regiões de Umbria , Marche e Lazio. O perigo ainda não passou, a região ainda está em estado de alerta”, contou.

Paloma Del Sarto

Paloma Del Sarto

Em Sant’Elpidio, seria realizado o festival ‘Sagra degli Spaghetti all’Amatriciana’, um evento gastronômico que reuniria centenas de apreciadores da comida italiana entre 27 e 28 de agosto. Paloma conta que muitas casas foram alugadas para esse festival. “Iríamos amanhã para lá. Mas ainda não tem o número de pessoas resgatadas e nem de turistas que sobreviveram. Mas há muitos mortos e feridos, é uma coisa muito grave. A cidade praticamente foi dizimada. Uma coisa horrível, ainda estou em estado de choque pelo que aconteceu. Aqui em casa sentimos os tremores, tudo balançava. Temos medo de sair para as ruas e descer as escadas. Graças a Deus as coisas estão se acalmando agora”, disse ela.

Ainda segundo Paloma, as emissoras da Itália estão comparando a tragédia ao terremoto de Umbria e Marche, em 1997. Na ocasião, 11 pessoas morreram 100 ficaram feridas e cerca de 80 mil casas foram danificadas. “A destruição foi maior porque muitas casas são antigas. É uma região de montanhas, elas ficam no alto e não perto do mar”, contou. “De onde eu moro para Roma, é 1 hora 40 minutos de distância. As autoridades pedem que as pessoas não peguem essa estrada para Roma, porque é exatamente o trajeto onde passa próximo por Matrice. Eles pedem que as pessoas não vão para que a estrada fique livre para os socorros.”

Fonte: Metro1 http://metro1.navemestre.net/noticias/bahia

EXPULSÃO DO SINDIPAN AMPLIA CRISE NA FIEB

Dirigida hoje por nanicos, FIEB tem sido palco de confusões sem fim entre associados

Dirigida hoje por nanicos, FIEB tem sido palco de confusões sem fim entre associados

O Sindicato de Panificação e Confeitaria de Salvador (SINDIPAN) foi expulso da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), depois que supostamente seu presidente, Mário Pithon, negou-se a retirar um pedido dirigido ao Ministério Público Estadual para que investigasse irregularidades na Federação, decorrentes, segundo ele, do descumprimento do Estatuto e do Código de Ética.

O próprio Pithon, que era vice-presidente da FIEB, já havia sido expulso do Conselho de Representantes, que considerou a comunicação ao MP desrespeitosa à entidade. Ele, no entanto, recorreu à Justiça. O vice-presidente conta que recebeu do presidente da FIEB, Ricardo Alban, a sugestão para que suspendesse o pedido ao MP, o que ele não atendeu.

O SINDIPAN, então, teria sido excluído da Federação sob o argumento, segundo Pithon, de que novo constrangimento teria sido criado à FIEB. Depois de analisar a expulsão do Sindicato de Panificação, o Ministério Público teria enviado uma recomendação ao presidente da FIEB pedindo a anulação da reunião em que a exclusão foi decidida, alegando que o órgão representante dos panificadores apenas teria exercido o direito constitucional de petição ao Ministério Público.

De acordo com a comunicação do MP, a “motivação utilizada para abertura do referido processo viola frontalmente o princípio da moralidade administrativa, pois revela distanciamento da Presidência da FIEB com a transparência da sua atuação e o intuito de limitar o possível controle externo, através de expedientes destinados a desencorajar aqueles que pretendam questionar a regularidade dos seus atos”.

O clima de hostilidades prossegue na Federação das Indústrias do Estado da Bahia, entidade até bem pouco tempo, quando era dirigida por representações industriais de peso, era discreta, austera e isenta de discussões públicas. Hoje, dirigida pelos chamados sindicatos nanicos, os temas mais polêmicos tendem a transformar-se em verdadeiros “barracos” e bate-bocas. Sinais dos tempos…

Fonte: Política Livre

ROTARIANOS FESTEJAM ANIVERSÁRIO DE ARI MOURA

Companheirismo

Uma réplica de Ari Moura revisando uma réplica do A Folha. Obra de arte.

Uma réplica de Ari Moura revisando uma réplica do A Folha. Obra de arte.

O presidente do Rotary Club Jequié Cidade Sol, jornalista Ari Moura, foi alvo de homenagem, neste domingo (21), pelos seus companheiros de clube pela passagem do seu aniversário.

Os rotarianos aproveitaram o encontro de companheirismo para fazer uma surpresa ao presidente Ari Moura, que completou ontem 70 anos de idade, vinte e cinco dos quais, dedicados ao clube de Rotary de Jequié.

Muito querido pelos seus pares, Ari ficou emocionado com a iniciativa, que contou com a presença de seu irmão, Antonio Carlos Moura, seu filho Dene e esposa Núbia, além de sua  netinha Carol, que deram um toque especial à festa. As homenagens ficaram por conta das manifestações de Rodrigo Queiroz, Jarolina Rodrigues Dias e Wilma Stock, que se pronunciaram com referências à convivência rotariana e ao homenageado. Foi servida a suculenta feijoada da Chef Tita.

DESAPOSENTAÇÃO – OPÇÃO NÃO FAZ COM QUE SE PERCAM DIREITOS E NEM GERA PREJUÍZOS AOS APOSENTADOS

Desaposentação

Os aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social que retornam ao mercado de trabalho têm uma série de dúvidas sobre a possibilidade ou não de requerer um novo benefício, com um valor reajustado, na Justiça.

É a chamada desaposentação ou troca de aposentadoria. A dúvida mais comum é a seguinte: caso dê entrada na ação de troca de aposentadoria, perderei o direito de receber o benefício atual durante a ação?

A resposta é não. O segurado do INSS não perde o direito e nem tem o pagamento do seu benefício suspenso por conta de qualquer ação na Justiça que vise a troca da aposentadoria por um valor mais justo.

Não é preciso temer qualquer atitude ou reação da autarquia previdenciária com relação a este tipo de pedido judicial. Outra questão recorrente é sobre o período de entrada da ação. O aposentado que retornou ao mercado de trabalho pode requerer a desaposentação a qualquer momento.

Porém, vale destacar que o único caminho para pedir a troca de aposentadoria é a Justiça. Isso porque, esse é um instrumento que não foi transformado em lei. Trata-se de uma tese formada por juristas e que não foi aceita pelo Poder Executivo.

No final do ano passado, a então presidente Dilma Rousseff sancionou com vetos a Lei 13.183/2015, que altera o cálculo da aposentadoria, que varia progressivamente de acordo com a expectativa de vida da população. Porém, vetou o trecho da lei que tratava da desaposentação.

Em sua justificativa para o veto, a presidente alegou que a proposta contraria os pilares do sistema previdenciário brasileiro e causaria um rombo na previdência. Uma verdadeira falácia, pois o aposentado que retorna ao mercado de trabalho é obrigado a contribuir com a Previdência Social.

Esse aposentado já conquistou o direito de receber seu benefício, após trabalhar e contribuir com o sistema previdenciário por décadas. E, exatamente por receber um valor que não permite que ele goze com tranquilidade e dignidade a sua sonhada aposentadoria, ele se vê obrigado a não abandonar as atividades laborais.

O que isso contraria o pilar da Previdência no Brasil? Nada mais justo do que o aposentado que volta a contribuir para à Previdência Social possa desfrutar de seus benefícios e ter sua aposentadoria recalculada, com base nas novas e recentes contribuições.

E os tribunais brasileiros vêm reconhecendo esse direito. Diversos juízes federais entendem que o aposentado tem direito a um reajuste (alguns chegam a mais de 100%), de acordo com a nova contribuição. E os aposentados não precisam devolver os valores anteriores.

E isso ficou determinado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) desde maio de 2013. Aguardamos ansiosamente a decisão do Supremo Tribuna Federal (STF). O julgamento poderá ter um final ainda este ano pelo que sinalizou o ministro Luís Roberto Barroso.

O tema se arrasta na Corte Superior desde 2003. Até o momento, a votação está empatada, com dois ministros favoráveis ao mecanismo e outros dois contrários. No último mês de dezembro, o processo foi liberado para voltar ao plenário. O caso estava suspenso por um pedido de vistas da Ministra Rosa Weber, que já devolveu os autos, mas ainda não proferiu seu voto.

Esperamos que a troca de aposentadoria seja validada pelo Supremo, que o direito de milhares de aposentados seja reconhecido e que a Justiça Social seja feita.

HOMENAGEM AOS PAIS: PRESENTES E AUSENTES

homenagem-para-os-pais-falecidos-11Homenagem-aos-Pais

ILHÉUS CONFIRMADO COMO DESTINO DE TRANSATLÂNTICOS EM CRUZEIRO

transatlanticos

Ilhéus está entre os destinos brasileiros que vão receber transatlânticos na temporada 2016/2017. As embarcações começam a navegar por águas brasileiras em novembro deste ano.

De acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, das 7 embarcações que transportaram 597 mil passageiros no último verão, somente 4 vão operar nos próximos meses.

Os transatlânticos serão o Costa Fascinosa, Costa Pacifica, MSC Musica, MSC Orchestra, MSC Preziosa, Norwegian Sun e Pullmantur Sovereign. Na última temporada os navios levaram cerca de 90 mil turistas a Ilhéus.

Na próxima temporada, as embarcações navegarão por 12 destinos, dois a menos que em 2015. Além de Ilhéus, vão passar por Santos,Rio de Janeiro, Búzios, Ilha Grande, Angra dos Reis, Cabo Frio, Salvador, Fortaleza e Maceió.

Veja o vídeo