Archive for outubro, 2015

É GRAVE O ESTADO DE SAÚDE DO EX-GOVERNADOR LOMANTO JÚNIOR

lomanto-junior

O ex-governador Antônio Lomanto Júnior, 90 anos, está internado, em estado grave, na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Português, em Salvador. De acordo com familiares, ele deu entrada no hospital no início do mês, com infecção respiratória. A situação vem se agravando inclusive com necessidade de transferência para o hospital, onde faz hemodiálise. Lomanto Júnior foi prefeito de Jequié, governador do Estado da Bahia, deputado federal, senador da República, é pai de Leur Lomanto, ex-deputado federal, e avô do deputado estadual Leur Lomanto Júnior (PMDB).

A notícia deixa na expectativa seus inúmeros amigos em toda a Bahia, especialmente em Jequié, levando algumas pessoas a permanecer em oração visando a melhora do fiel amigo.

FABIANO MOTA/LUCAS BIONDI FORMALIZAM CHAPA PARA CONCORRER À PRESIDÊNCIA DA OAB-BA

OAB.FABIANO E LUCAS

O advogado Fabiano Mota formalizou, nesta segunda-feira (26), a candidatura da chapa “Nova OAB” para a disputa da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil secção Bahia. Tendo como companheiro de chapa, Lucas Biondi. Especialista em direito civil e administrativo, Fabiano Mota tem como principais bandeiras a democratização e renovação da Ordem, bem como a defesa dos jovens advogados e a participação mais efetiva das mulheres e representantes de municípios do interior do estado.

O candidato pretende criar uma gestão mais participativa e aproximar o órgão cada vez mais da classe. “É de extrema importância que as pessoas entendam que a OAB não é somente uma instituição que defende os interesses de uma classe específica, mas de toda a sociedade. Para isso, vou criar uma administração mais democrática e participativa”, afirma.

Para Mota, um dos principais problemas da atual configuração da Ordem a ser combatido é a falta de transparência. “Buscamos, acima de tudo, uma gestão efetivamente transparente. Atualmente, não se sabe onde o dinheiro arrecadado pela OAB é aplicado. É necessário prestar contas e, a partir daí, estabelecer as prioridades da administração”, diz.

Outra questão importante a ser enfrentada, segundo Mota, é a crise do judiciário, que, segundo o candidato, exige um posicionamento mais forte da OAB, que deve funcionar como intermediadora da situação. “Enquanto órgão que defende os interesses da sociedade e tem ligação direta com o funcionamento da justiça, já que defende também os advogados, a OAB precisa se posicionar. É inadmissível que a Ordem se abstenha de participar do debate para a resolução e enfrentamento da crise da justiça baiana. A OAB precisa chamar os representantes dos poderes executivo, legislativo e judiciário para, juntos, resolverem a questão”, avalia.

A chapa “Nova OAB”, criada com o objetivo de traçar novos rumos para a Ordem e justiça baiana, é formada por advogados experientes e militantes da causa, além de mulheres e representantes do interior. “A minha candidatura surgiu de um sentimento de insatisfação coletiva que permeia a classe atualmente. A minha gestão nada tem a ver com o passado da Ordem. Queremos, de fato, criar uma nova OAB. Para isso, tive o cuidado de formar um grupo de advogados experientes que militam pela causa. Advogados esses que conhecem o dia a dia e as dificuldades da profissão. A participação de mulheres nesse sentido também tem sido essencial. Não estamos apenas levantando a bandeira da participação feminina, estamos dando espaço de verdade para a participação delas, tanto que nomeamos uma mulher como presidente da Caixa de Assistência ao Advogado (CAAB), por entender que elas são muito mais sensíveis às necessidades dos advogados”, declara.

“Outro ponto essencial para a formação da chapa foi a participação de advogados do interior. Queremos aproximar mais a Ordem deles, principalmente por entender que muitas das violações de prerrogativas da classe acontece no interior, além do distanciamento da própria justiça e das dificuldades encontradas nas comarcas”, complementa o candidato. Outra bandeira levantada por Fabiano Mota é a defesa e o amparo no exercício da profissão dos jovens advogados. Para ele, a OAB não cumpre seu papel de apoiadora do desenvolvimento da carreira jurídica.

“Atualmente o jovem advogado é lançado no mercado de trabalho sem a mínima condição de se desenvolver. A OAB não presta o apoio necessário nesse sentido, não disponibiliza cursos de extensão e pós-graduação, assim como também não presta consultoria para o desenvolvimento da carreira”, finaliza Mota.

Nova OAB – Além de Fabiano Mota, a chapa tem como principais nomes Lucas Biondi, como vice-presidente e Alexandra Gomes como Secretária Geral da Seccional.

Fabiano Mota – É bacharel em Direito pela Ucsal, pós-graduado em Direito Administrativo pela UFBA e em Direito Civil pela Unyahna/Juspodium, ex diretor do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa), advogado e professor universitário.

ROGERIO DUARTE, O TROPIKAOSLISTA. UM FILME DE JOSÉ WALTER LIMA

 

Rogério Duarte

Será no próximo dia 2 de novembro, às 20h30 na Sala 2 do Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, em Salvador, a exibição do filme “Rogério Duarte, o Tropikaoslista”, do cineasta baiano José Walter Lima. O programa é parte do XI Panorama Internacional Coisa de Cinema, que vai de 28/10 a 4/11, celebrando o centenário do crítico baiano Walter da Silveira.

Sinopse: Filme documentário de longa metragem que mergulha na vida e na obra de Rogério Duarte buscando encontrar o indivíduo que existe por trás da personagem. O documentário visa retratar a trajetória de uma das figuras seminais das artes e do pensamento brasileiro dos últimos 50 anos. Músico, compositor, artista gráfico, um dos criadores do Tropicalismo, Rogério sempre esteve por trás – e sempre à frente – de tudo que havia de mais moderno e contemporâneo na cultura brasileira nos vitais anos das décadas de 1960 e 1970. Como disse Glauber Rocha a Caetano Veloso, em certa ocasião: “Não esqueça, Caetano, que por trás de todos nós está Rogério Duarte”.

Confira a lista de filmes selecionados:

– 5 Vezes Chico – O Velho e sua Gente, de Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein e Eduardo Nunes

– A Casa sem Separação, de Nathália Tereza

– Action Painting No. 1 / No. 2, de Krefer & Turca

– A Morte de J.P. Cuenca, de João Paulo Cuenca

– Aqui Deste Lugar, de Sérgio Machado e Fernando Coimbra

– A Última das Minas, de Larissa Figueiredo e Rafael Urban

– Beira-Mar, de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon

– Big Jato, de Cláudio Assis

– Boa Morte, de Débora de Oliveira

– Cidade Nova, de Diego Hoefel

– De Terça pra Quarta, de Victor Costa Lopes

– E.T.ílico, de José Araripe Jr. e 1berto Rodrigues

– Fio-terra, de Ian Capillé

– Futuro Junho, de Maria Augusta Ramos

– Garoto, de Júlio Bressane

– Gramatyka, de Paloma Rocha

– História de Abraim, de Otavio Cury

– Macapá, de Marcos Ponts

– Mais do que eu Possa me Reconhecer, de Allan Ribeiro

– O Animal Sonhado, de Breno Baptista, Luciana Vieira, Samuel Brasileiro, Rodrigo Fernandes, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes

– Objetos, de Germano de Oliveira

– O Espelho, de Rodrigo Lima

– O Gigantesco Ímã, de Tiago Scorza e Petrônio

– Origem do Mundo, de Moa Batsow

– O Touro, de Larissa Figueiredo

– Ralé, de Helena Ignez

– Rogério Duarte, o Tropikaoslista, de José Walter Lima

– Sem Título # 1: Dance of Leitfossil, de Carlos Adriano

– Sem Você a Vida é uma Aventura, de Alice Andrade Drummond

– Travessia, de João Gabriel

– Triunfo, de Caue Angeli e Hernani Ramos

– Tudo que Aprendemos Juntos, de Sérgio Machado

– Um Filme de Cinema, de Walter Carvalho

– Xingu Cariri Caruaru Carioca, de Beth Formaggini

FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL E DA CAIXA ECONÔMICA TAMBÉM ENCERRAM GREVE. BANCO DO NORDESTE PROSSEGUE PARALISADO

BB e CAIXA

Depois do anúncio da volta ao trabalho pelos funcionários dos bancos privados, também os Bancos do Brasil e Caixa Econômica reiniciaram o expediente nesta terça feira. Apenas os bancários do Banco do Nordeste continuam em greve aguardando atendimento da pauta apresentada.

ALEXANDRE BRUST RECEBERÁ COMENDA 2 DE JULHO NA PRÓXIMA QUINTA (29)

brust2

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo, está convidando a sociedade baiana para a solenidade de outorga da Comenda 2 de Julho ao advogado gaúcho, Hari Alexandre Brust, proposta pelo deputado Euclides Fernandes em sessão especial a ser realizada às 15 horas do dia 29 de outubro do corrente ano, em reconhecimento à sua dedicação e trabalho em defesa das causas da Bahia e, em particular, das comunidades menos favorecidas.

Alexandre Brust é hoje diretor da CBPM – Companhia Baiana de Pesquisas e Recursos Minerais, e vem dinamizando a companhia que tem status de secretaria. Já presidiu a Limpurb e foi diretor da Coelba, dirigente da Ceasa e da Sanbra. O seu rico currículo inclui passagens por inúmeras instituições do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul. No Rio de Janeiro foi presidente da Companhia de Eletricidade do Estado do Rio de Janeiro. Já no Rio Grande do Sul passou pela Caixa Econômica Estadual, pelos setores de Administração e Planejamento do Governo Estadual e também pela Prefeitura de Porto Alegre.

Mas foi no passado distante, nas lutas democráticas ao lado de Leonel Brizola, que Hari Alexandre Brust se destacou e pode iniciar sua bela trajetória na militância partidária com integrante do quadro de dirigentes do PDT nacional. Para Euclides Fernandes, deputado proponente “Brust é exemplo de luta, de prática democrática para todos nós do PDT. A Bahia faz justiça a um homem que tem história aqui e em âmbito nacional. Brust representa a luta pela educação, pelo desenvolvimento”, destaca o deputado.

Na Bahia desde 1966, Brust é casado com a baiana de Ipiaú, Maria da Anunciação de Castro Brust e pai de Hari Brust Filho. O  homenageado já é detentor do título de Cidadão Baiano e da medalha Tomé de Souza e foi presidente do diretório estadual do Partido Democrático Trabalhista, PDT da Bahia. Na oportunidade será lançado o livro de sua autoria, em parceria com Nilton Nascimento, “Leonel Brizola – Uma biografia política”.

BANCÁRIOS DO SETOR PRIVADO ENCERRAM GREVE NA BAHIA

BANCARIOS ENCERRAM GREVE

Após 20 dias, os bancos privados e públicos decidiram encerrar a greve na Bahia. A decisão ocorreu durante a assembleia realizada na noite desta segunda-feira (26), no Ginásio de Esportes dos Bancários.  O presidente do Sindicato dos Bancários, Augusto Vasconcelos, afirmou que a categoria aceitou a proposta de reajuste salarial em 10%, participação de lucros e receitas e 14% para o vale refeição.

Os funcionários dos bancos público ainda permanecem paralisados aguardando o desfecho das negociações.

NO DIA DO SEU ANIVERSÁRIO, JEQUIÉ, ONDE ESTÃO OS SEUS FILHOS?

Ton-LegalPor Ewerton Almeida*

 

Mesmo sendo o dia do seu aniversário, resolvi publicar algo que fiz nos meus muitos momentos dedicados a Jequié. O que se segue é um lamento sentido!

 

Ó Jequié!

Amo Jequié de verdade!

Ainda que esse amor intenso

Prenda-se mais à Jequié de ontem

A Jequié de hoje desfigurou-se

Já não se mostra tão convidativa

Ela anda desarrumada, mal vestida

Tornou-se violenta e agressiva

Não consigo no entanto

Ficar por muito tempo distante dela

Existe algo bonito que nos mantém unidos

Que me prende e me amarra aos seus pés

Mesmo que não mais exista e fervilhe

Aquela salutar e recíproca intimidade

Que nos unia e nos fazia cúmplices

Hoje tudo é uma grande saudade.

Ó Jequié!

Onde estão os seus filhos?

Roubam-lhe a felicidade

E ninguém protesta!

Apagam do seu semblante

O sorriso alegre e espontâneo

E ninguém percebe!

Ferem de morte o seu peito

E ninguém se sente atingido!

Jequié, Jequié, Jequié,

Onde estão os seus filhos?

*Ewerton Almeida, Tom Legal é ex-presidente do Conselho Nacional dos Produtores de Cacau e ex-deputado estadual

PTB MULHER NACIONAL REALIZA ENCONTRO EM SALVADOR

Antonio Brito.PTB nacional

O Partido Trabalhista Brasileiro Mulher (PTB Mulher Nacional), presidido por Marlene Campos Machado, promoveu em Salvador, neste sábado (24/10), um encontro para discutir os temas Reforma Política – com ênfase nas eleições municipais de 2016 – e Oratória. O evento, realizado no Hotel Mercure Salvador, teve como objetivo manter as trabalhistas em sintonia com as tendências políticas e em constante atualização. O deputado federal Antônio Brito (PTB-BA), em seu pronunciamento, destacou a relevância da mulher nos espaços de poder e decisão. “É de fundamental importância a participação da mulher na política brasileira e o PTB é pioneiro em abrir espaço para a força feminina. Exemplo disso é que a presidente nacional do nosso partido é uma mulher, a Cristiane Brasil, além de outras lideranças muito fortes como a Marlene Campos Machado, presidente do PTB Mulher Nacional, presente neste evento”, celebrou. O encontro contou com as presenças das presidentes nacional, estadual e municipal, Marlene Campos Machado, Evana Gomes e Taissa Gama, respectivamente, assim como do vice-presidente nacional da legenda, Benito Gama; do presidente Estadual, Jonival Lucas; e do deputado federal, Antonio Brito.

APÓS 103 ANOS O JORNAL A TARDE MUDA DE MÃOS

A TardeA dinastia de comunicação impressa fundada por Ernesto Simões Filho há 103 anos completados no último dia 15, o maior jornal da Bahia passa a ter três novos donos; de acordo com o site Gente & Mercado, os novos donos do grupo A Tarde são ‘um jovem empresário com atividade na área de agronegócio, incorporação imobiliária e televisão aberta; o presidente de uma das maiores agência de publicidade do País; e um polêmico empresário baiano, fundador de uma conhecida construtora’; o jornal deve ser comprado por R$ 20 milhões, e o passivo (estimado entre R$ 150 milhões e R$ 180 milhões, entre tributos e trabalhistas) será dividido entre comprador e vendedor, sendo transferido paulatinamente aos novos donos, até que estes assumam 100% da dívida.

Somente os funcionários de A Tarde estão mais felizes do que o grupo do prefeito ACM Neto (DEM) com a possibilidade de o jornal ser comprado por um fundo de investimento liderado pelo atual secretário municipal de Educação, Guilherme Bellintani.

As negociações, que vinham sendo tocadas há pelo menos seis meses, foram retomadas nos últimos 30 dias – depois de um esfriamento nas conversas – o que gerou no mercado e meios jornalísticos um grande boato sobre a aquisição da secular empresa.

Na redação, a possibilidade de venda do veículo a um grupo empresarial tem sido encarada como a saída para o risco de falência que parecia iminente e a preservação de centenas de empregos de jornalistas e nos outros setores da empresa.

Depois de ter demitido, tempos atrás, através de jornalista-gestor contratado no sul do país, a competente equipe de profissionais, a maioria consolidado  formação no próprio jornal, nunca mais A Tarde encontrou o seu rumo. Importando jornalistas e modelos de edição superados e inadequados a um produto cultural, que depende de afinidade com a localidade em que é produzido. A equivocada política levou o centenário jornal a perder sua identidade com a Bahia, de quem foi, afinal, porta voz e parâmetro por pelo menos um século.

Assim, a terceira geração de proprietários assumiu de fato o controle de A Tarde, tendo a filha do fundador, Regina Simões de Mello Leitão, falecido, agravando a crise e ampliando a briga fratricida entre os herdeiros.

Combinada com desacertos estratégicos, isolamento social dos herdeiros, fragilidade da política comercial, falta de interlocução com o mercado e setores empresariais, além da gestão confusa, inclusive na redação, o resultado foi a perda de sua grande força, a liderança em circulação e a abrangência territorial.

Assim, o posto de mais vendido foi pela primeira vez perdido para o Correio da Bahia, jornal fundado pelo ex-senador ACM e pertencente à família do prefeito de Salvador.

Nos últimos meses, a direção, assumida em agosto de 2012 por um executivo profissional, depois da morte de Regina Simões e de muita briga entre os herdeiros, passou a compartilhar com a redação as dificuldades do matutino, que acumularia débitos estimados em mais de R$ 200 milhões.

Só junto a bancos o déficit seria de R$ 60 milhões. O desentendimento dos herdeiros quanto à necessidade de passar o controle da empresa, ao lado da dificuldade de se levantar a real dimensão da dívida por parte dos interessados, é apontado como responsável pelo atraso nas negociações.

No grupo político do prefeito, a entrada em cena de Bellintani, que recentemente filiou-se ao PPS com a expectativa de poder ser escolhido candidato a vice-prefeito de ACM Neto na campanha à reeleição, em 2016, é festejada como a possibilidade de que o veículo adquira um “interlocutor confiável”.

Na memória de netistas, ex e neo-carlistas ainda está muito vivo o papel que o jornal jogou no combate ao poder do ex-senador ACM no Estado na década de 1990. Mesmo a substituição dos herdeiros por um comando profissional, há três anos, não teria sido suficiente para melhorar a relação entre o veículo e o grupo.

Nesta fase, o viés esquerdista da direção, reproduzido em setores estratégicos da redação, pelo qual Neto também teria pago seu preço na campanha de 2012, em que venceu a eleição, teria dado lugar a um comando apolítico, porém ávido por resolver problemas financeiros emergenciais, como o pagamento da folha de pessoal e de tributos.

Na visão de gente ligada a Neto, o aprofundamento da crise financeira teria levado o jornal a fazer uma espécie de leilão de sua linha editorial entre o governo do Estado e a Prefeitura, hoje os principais anunciantes, que desagrada imensamente o grupo do prefeito. “A Tarde deixa de ter um comando ideológico exercido pela família Simões e finalmente passa ser gerida por um grupo empresarial”, sintetiza sua avaliação sobre a venda um dos principais ideólogos do grupo de Neto.

Para ele, sem prejuízo do exercício de uma linha editorial independente, que se relacione com todas as correntes políticas do Estado, com a venda para o grupo liderado pelo hoje secretário municipal de Educação, o jornal passaria por uma transformação natural de viés – do esquerdismo predominante nos últimos 20 anos para uma linha mais liberal.

Quanto ao projeto político de Belintani, ele acredita que será inevitável o fortalecimento de sua candidatura a vice entre as hoje colocadas no grupo do prefeito, mas adianta que o maior sonho do secretário seria se tornar ministro da Educação, por coincidência, posto exercido pelo fundador de A Tarde, Ernesto Simões Filho, no início dos anos 1950.

Desde algum tempo vem surgindo rumores na internet de que o jornal baiano teria sido vendido a uma empresa espanhola, depois de reiteradas negativas à imprensa pela diretora de Redação, Mariana Carneiro, o segmento categorizou o caso como “boato”. A verdade ganhou as ruas depois do negócio consolidado.

Fonte: Política Livre, Portal da Imprensa e Gente & Mercado

ROSAS VERMELHAS PARA LUIZ COTRIM

Rosas Vermelhas para Cotrim

Estaria completando 97 anos nesta terça feira (20), o professor, poeta, colunista e escritor, Luís Neves Cotrim nascido em Caetité no ano de 1918 .

Sócio fundador da Associação Jequieense de Imprensa-AJI, membro-fundador da Academia de Letras de Jequié, cadeira nº1, hoje ocupada pela professora Jussara Midlej. O poeta das rosas vermelhas também é patrono da cadeira 25 da Academia Caetiteense de Letras.Cotrim2

Residia em Jequié desde a década de 1950, na condição de funcionário da extinta Estrada de Ferro Nazaré. Casado com a professora Ione Cotrim são seus filhos a enfermeira Glenda e o jornalista Luiz Otávio Cotrim. Professor do antigo Instituto de Educação Regis Pacheco, IERP, lecionando a disciplina Lingua Portuguesa, Cotrim desenvolveu a carreira de escritor na Cidade Sol. Colaborava para jornais e emissoras de rádio, escrevendo crônicas e artigos.

CotrimDe vida boêmia, participava ativamente da vida cultural da cidade, sendo um dos fundadores da Academia de Letras de Jequié, em 1997. Fazia versos com facilidade e sua produção, dispersa, daria para vários volumes. Em 1982 os amigos editaram uma seleção de sua produção em prosa e versos, prestando homenagem pelos 30 anos que o escritor completou vivendo em Jequié. Participou da coletânea Jequié, poesia e prosa (Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Esporte, 1992).

Colunista social no caderno dos Municípios do jornal A Tarde, Cotrim tinha o hábito de oferecer, todos os dias, através do seu programa na Radio Baiana de Jequié e depois na radio Cidade Sol FM, “uma rosa vermelha para a mulher jequieense”. Ele escolhia aquela que houvera se destacado na semana, ou simplesmente suas leitoras ou alvo da sua admiração.

Luiz Neves Cotrim uma figura amada e cortejada em todos os segmentos sociais, deixou uma enorme lacuna nos meios culturais da cidade. Faleceu no dia 3 de novembro de 2012.

Veja o vídeo