Archive for novembro, 2013

MÊS DE NATAL NOS QUATRO CANTOS DO BRASIL PANDEIRO

Começou dezembro. Vamos garimpar os registros dos festejos pelo nascimento de Jesus. As homenagens ao Natal. Iniciamos com o projeto Quatro Cantos de Luigi Bertoli. É o Brasil misturado, o Brasil de todos os ritmos, de todas as etnias, de todas as crenças de todos os dengos. Começamos aqui a desejar aos nossos leitores e amigos, Feliz Natal.

 

SECULT/BA DIVULGA PERÍODO DE INSCRIÇÕES PARA EDITAIS DO FUNDO DE CULTURA 2014

 

secult

Com investimento de 41 milhões do Fundo de Cultura, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia  (SeculBA) selecionará, mais uma vez, projetos artístico-culturais em diversas linguagens.

Entre os dias 03 de dezembro e 21 de janeiro de 2014, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) recebe inscrições para os 20 Editais Setoriais e Demanda Espontânea do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). Em 2014, ao todo serão investidos R$  41 milhões no FCBA repartidos entre Editais Setoriais, Mobilidade Artística e Cultural, Eventos Calendarizados e Instituições Culturais. Em relação aos editais, há um acréscimo de 10% do recurso em relação à última seleção, realizada entre dezembro de 2012 e janeiro deste ano.

Com a ampliação dos recursos, a SecultBa espera contemplar uma quantidade maior de projetos. “A expectativa é conseguir apoiar 400 projetos, mas tudo vai depender do volume e da qualidade do material recebido”, afirma o secretário de cultura Albino Rubim. Além disso, “abrir os editais agora é um esforço que a Secretaria  faz para  garantir estes recursos para todos os setores da comunidade cultural, mantendo a periodicidade das chamadas públicas, além do respeito e do diálogo com todas as áreas “, completa Rubim.

Serão selecionados projetos culturais de diferentes áreas e segmentos, que podem ser inscritos nos editais de Audiovisual, Artes Visuais, Circo, Culturas Digitais, Culturas Populares, Culturas Identitárias, Dança, Economia Criativa, Formação e Qualificação em Cultura, Literatura, Museus, Música, Projetos Estratégicos em Cultura, Patrimônio Cultural, Arquitetura e Urbanismo Publicação de Livros por Editoras Baianas, Teatro, Territórios Culturais, Restauro e Digitalização de Arquivos Dinamização de Espaços Culturais, além de um novo edital – Apoio a Grupos e Coletivos Culturais – e, finalmente, a seleção de Demanda Espontânea, que tem como objetivo apoiar projetos que não se enquadrem em nenhum dos editais anteriores. Para estes editais estão disponíveis R$ 30,66 milhões. Complementam os investimentos o apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais (R$ 6,27 milhões), Eventos Calendarizados (R$ 3,3 milhões) e Mobilidade Artístico Cultural (R$ 700 mil).

Podem participar, encaminhando propostas, pessoa física maior de 18 anos e pessoa jurídica que atue no exercício de atividades culturais, residentes na Bahia há pelo menos três anos. As portarias dos editais e todos os documentos que orientam o processo de inscrição estarão disponíveis no site www.cultura.ba.gov.br na data de sua publicação do Diário Oficial. Até lá, mais informações sobre os objetos de apoio de cada edital, valores globais e por projetos, estarão disponíveis no site da SecultBA, junto com o Guia de Orientação. As propostas poderão ser enviadas pelos Correios e através do Sistema Clique Fomento – siic.cultura.ba.gov.br.

FILHO DE EX-PREFEITO DE ITABUNA É CONDENADO A 17 ANOS DE PRISÃO

Marcos Gomes, filho do ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes

Marcos Gomes, filho do ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes

O ex-candidato a deputado estadual e agropecuarista Markson Monteiro de Oliveira, o Marcos Gomes, foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado, ontem, no julgamento do assassinato do vaqueiro Alexsandro Honorato, informa o Políticos do Sul da Bahia. O crime ocorreu em dezembro de 2006, no Haras Redenção, em Floresta Azul. Marcos Gomes foi julgado no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, acusado de tortura, cárcere privado, homicídio e ocultação de cadáver. O julgamento em Salvador foi um pedido apresentado pelo Ministério Público baiano. Gomes deveria ir a júri no fórum de Ibicaraí, mas o clima de comoção e a possibilidade de ameaça a testemunhas fez com que o MP apresentasse o pedido. Filho do ex-prefeito Fernando Gomes, Marcos foi julgado a revelia e é considerado foragido da Justiça. O vaqueiro foi torturado na frente de várias pessoas durante uma vaquejada em um final de semana no Haras Redenção. Logo após, o corpo desapareceu, sendo encontrado pela polícia na estrada que liga os municípios de Potiraguá e Itapetinga. O corpo de Honorato chegou a ser enterrado como indigente no cemitério de Itapetinga. Denúncias anônimas levaram à exumação do cadáver. Testemunhas e provas acabaram por apontar Marcos Gomes como o autor da série de crimes, juntamente com o ex-servidor público Ilmar Marinho, o Mazinho. Informações: Pimenta na Moqueca

GABRIELLI E RUI CONFRATERNIZAM E PINHEIRO NÃO COMPARECE AO EVENTO DE POSSE NO PT

Senador Walter Pinheiro não disfarça sua decepção com o processo

Senador Walter Pinheiro não disfarça sua decepção com o processo

O senador Walter Pinheiro foi o único dos postulantes à candidatura petista ao governo da Bahia a evitar a solenidade de posse do novo presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, na qual o chefe da Casa Civil do governo, Rui Costa, foi aclamado candidato do partido à sucessão estadual. Ao que tudo indica que o Senador, detentor de histórica trajetória no partido e nas esquerdas, não assimilou os métodos utilizados para escolha do candidato.

O governador Jaques Wagner fez um discurso incisivo e emocionado no qual renovou sua crença na capacidade de Rui Costa ganhar a eleição, mesmo clima seguido por todos que discursaram.

O novo presidente do PT Everaldo Anunciação, bem como José Sérgio Gabrielli e Luiz Caetano anunciaram sua disposição de entrar firme na campanha do candidato do Partido. Constata-se que os dois postulantes que perderam junto com Pinheiro a condição de candidato para o chefe da Casa Civil,  não arrefeceram o entusiasmo com a candidatura que tanto desqualificaram.

Cerca de 2.500 pessoas lotaram o salão do Hotel Fiesta em que a solenidade de posse foi realizada na manhã deste sábado. Os petistas calculam que estavam representantes militantes de mais de 300 municípios baianos, além de prefeitos e deputados de partidos como o PR, o PTB e o PDT.

O PT CONTINUA CONSTRUINDO SEUS NOVOS TEMPOS

Lula e Dilma estarão com os Sarney na campanha do Maranhão.

Lula e Dilma estarão com os Sarney na campanha do Maranhão.

Para assegurar apoio nos estados para a reeleição da presidente Dilma Rousseff, o PT indicou neste sábado (30) que deve apoiar a família Sarney em detrimento da candidatura de Flavio Dino (PCdoB) ao governo do Maranhão. Segundo informações da Folha, a decisão foi anunciada pelo presidente do PMDB, Valdir Raupp (RO), que considerou este o único entendimento da reunião de Dilma e do ex-presidente Lula com peemedebistas na Granja do Torto. “Teremos de sentar outras vezes, mas no Maranhão a questão já foi resolvida. A ala do PT que apoia o candidato da governadora Roseana, do PMDB, ganhou a convenção. Logo deverá apoiar o candidato a governador da governadora Roseana Sarney, do PMDB”, afirmou ao jornal. O apoio ao comunista Flávio Dino é um dos poucos pedidos do PCdoB ao PT na corrida eleitoral de 2014.O PMDB possui divergências com os petistas no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, na Paraíba e no Ceará.

RUI COSTA É ESCOLHIDO, GABRIELLI ACEITA, PINHEIRO SE RETIRA DO RECINTO E CAETANO FAZ FESTA

Rui Costa discursa em reunião do diretório do PT em que foi escolhido candidato observado por Gabrielli e Pinheiro

Rui Costa discursa em reunião do diretório do PT em que foi escolhido candidato observado por Gabrielli e Pinheiro

Depois de ser escolhido ontem pelo diretório estadual do PT candidato do partido a governador, Rui Costa, chefe da Casa Civil de Jaques Wagner, vai tentar agora recolher os cacos decorrentes do processo, trazendo para perto dele os ex-concorrentes José Sérgio Gabrielli, Walter Pinheiro e Luiz Caetano.

Durante o evento de ontem, Pinheiro foi o único a demonstrar contrariedade com a escolha, marcando seu protesto com uma retirada estratégica da reunião assim que a decisão foi tomada. Gabrielli ficou até o final do encontro, a tempo de posar para fotos com Rui, e Caetano fez uma festa em torno do escolhido.

Como disse um parlamentar petista que esteve ao lado de Rui durante toda a pré-campanha interna, não houve nada de imprevisível no comportamento de Pinheiro. Para ele, o senador é chegado a “esperneios”, motivo porque deve ser dobrado, no tempo certo, e trazido para perto como aliado.

Mas o que realmente preocupa o grupo de Rui não é o senador e sim os militantes petistas que se identificam com ele. ”É destes que não devemos nos afastar”, afirma o mesmo aliado do candidato do PT, antecipando que novos eventos devem ser programados entre Rui e os ex-pré-candidatos como forma de mostrar à militância que o partido está unido.

MÚSICA DOS “THE BEATLES” CONTINUA AGLUTINANDO MULTIDÕES

Um amigo me contou hoje que a empresa simplesmente mandou um convite pelo celular:

“Esteja na Trafalgar Square tal dia, tal horário”. E nada mais foi dito.

Os que foram acharam que iam dançar como tem acontecido em outras mobilizações desse tipo.

Mas, na hora, distribuíram microfones. Muitos, muitos, muitos mesmo, e fizeram um karaokê gigante, de surpresa!!! E todo mundo que estava na praça, quem estava passando, quem nem sabia do

convite, cantou junto.

É de arrepiar. Se você um dia curtiu os Beatles, vai se emocionar…

PETISTA RELATA A JORNALISTA A “SINA” DE WAGNER DE CARREGAR MALAS DO PT

Wagner e as malas. Se não conseguir entregar uma delas ao destino, terá que arrumar as próprias

Wagner e as malas. Se não conseguir entregar uma delas ao destino, terá que arrumar as próprias

Revoltado com o tom com que o secretário estadual de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, e o senador Walter Pinheiro, o segundo mais que o primeiro, reagiram ao anúncio do governador Jaques Wagner (PT) de que seu candidato ao governo no partido é o chefe da Casa Civil, Rui Costa, um petista de quatro costados disse agora pela manhã ao Política Livre, pedindo anonimato, não entender o porquê da celeuma. Afinal, argumentou, Wagner tem uma tradição histórica de carregar “malas”, uma metáfora para políticos duros, de pouca palatabilidade para o eleitor. “Ora, ora, Wagner carregou o mala do Pinheiro para a Prefeitura de Salvador e ele perdeu a eleição. Carregou também o mala do (deputado federal Nelson) Pelegrino para prefeito, que também perdeu. Botou o mala do Gabrielli, que nunca se elegeu para nada, em sua equipe de governo.  Além disso, elegeu o mala do Pinheiro para o Senado. Nenhum desses malas era dele, mas do PT. Agora, ele não pode apoiar o mala do Rui, que todo mundo sabe ser cria dele? Essa gente é injusta com o governador”, argumentou. O pior: em tom sério. Veja em www.politicalivre.com.br

ANIVERSÁRIO DE 89 ANOS DE LOMANTO JÚNIOR É LEMBRADO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Lomantão

 

O aniversário de 89 anos do ex-governador Lomanto Júnior, comemorado hoje (29/11) foi lembrado na Assembleia Legislativa da Bahia. A trajetória do político e o lado humano foram exaltados pelo deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB). O parlamentar apresentou uma moção de congratulações pela vida do avô. Ele contou a história do filho do italiano Antonio Lomanto, mais conhecido como Tote Lomanto, e de Dona Almerinda Miranda Lomanto, que se formou em Odontologia em 1946, mas que brilhou na área política.

Sua trajetória foi iniciada no cargo de vereador em Jequié. Aliado do então governador Otávio Mangabeira, Lomanto, logo, elegeu-se prefeito, quando começou a atrair a atenção de políticos de expressão nacional.

O caminho para a Governadoria foi pavimentado, através de uma campanha municipalista. Como gestor estadual, Lomanto fez grandes obras como a estrada federal, conhecida por “Rio-Bahia”, a estrada Feira de Santana-Juazeiro, o Teatro Castro Alves, a ampliação da usina hidrelétrica de Paulo Afonso, a Ponte Ilhéus Pontal, a Reforma Administrativa, eletrificação, abastecimento e saneamento básico em muitos municípios baianos. Além de governador da Bahia, vereador e prefeito de Jequié, Lomanto Júnior foi também deputado estadual, deputado federal e senador da República, tendo fechado o ciclo de titular de cargos eletivos com a volta, quase uma aclamação, à prefeitura de Jequié em 1993.

“Na vida pessoal, Lomanto Júnior também construiu uma base sólida. O lado humano, espirituoso e amoroso são algumas virtudes, citadas por aqueles que o conhecem de perto. Parabenizo esse ilustre homem pelos seus méritos e lição de vida, ofertados a família, aos amigos e cidadãos desta terra, registrando a extensa folha de serviços prestados a Bahia e ao País”. Lilian Machado Assessoria de comunicação do deputado estadual Leur Lomanto Jr.

APÓS DECLARAÇÃO DE WAGNER, GEDDEL QUER ACELERAR ESCOLHA

GEDDEL

 

O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, ironizou hoje a declaração do governador Jaques Wagner à Rádio Metrópole, admitindo sua preferência pelo nome do chefe da Casa Civil, Rui Costa, como candidato a governador do PT. “Não é novidade nenhuma um anúncio que todo mundo já sabia. A novidade é que o governador mostrou que pouca importância tem esse negócio de reunião do diretório do PT e que o partido não é tão democrático quanto se diz. O tal encontro seria uma moldura para consolidar a escolha unipessoal do governador, isso é fato”, publicou o Política Livre dando conta da critica do peemedebista em entrevista à rádio Tudo FM, na manhã desta quinta-feira. Minutos depois de ser informado sobre o posicionamento do governador, Geddel voltou a defender a tese de reunir as lideranças dos partidos oposicionistas para acelerar a escolha do nome que vai representar o projeto contrário ao do governo em 2014.

“Fui convencido de que não havia necessidade de se fazer o anúncio da candidatura das oposições em dezembro porque com essa antecipação do processo eleitoral você acaba causando problemas para quem está no exercício da administração, no caso específico o prefeito ACM Neto. Eu achei que com esse argumento podíamos deixar lá para adiante, mas em política existe de concreto o fato novo e o fato consumado. Surge um fato novo, um fato relevante: talvez para não perder o controle desse processo interno no partido dos trabalhadores, talvez para ter tempo de tentar avançar com o seu candidato, já que todas as pesquisas de opinião colocam todos os postulantes bem acima do patamar do governo, antecipa-se o nome do governo. Evidente que esse é um fato que nos faz repensar a estratégia e a tese que eu defendo é que nós nos reunamos e antecipemos o lançamento dessa candidatura [de oposição]“, defendeu.

Geddel afirmou também que, caso a tese dele “não seja aceita” e prevalecer a ideia de só divulgar um nome oposicionista em fevereiro, pode ser que tome outro rumo. “O palanque do PMDB na Bahia vai ser o palanque que viabilize melhor a unidade desse conjunto de forças”, alertou, afirmando que “se prevalecer a [tese da escolha do candidato] em fevereiro, há de se acatar e, evidentemente, há de se compreender que em fevereiro eu vá reestudar o quadro naquele momento para ver qual será a nossa posição”. E acrescentou: “a partir desse lançamento se acelerará as conversas na oposição”. Sobre o posicionamento da legenda, que faz duras críticas ao governo do PT na Bahia, apesar da composição em nível nacional, Geddel foi taxativo. “Eu sou da executiva do PMDB nacional e essa posição minha é clara para o vice-presidente Michel Temer. Eu não faço política às escondidas, eu não faço política com posição que eu não possa sustentar”, concluiu.