Arquivo para ‘Reportagem’ Categoria

COMITÊ DE IMPRENSA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA BAHIA ENTREGA PREMIOS DESTAQUE 2017

Oito deputados receberam hoje o Troféu Imprensa “melhores de 2017”, solenidade que ocorreu no Saguão Nestor Duarte da Assembleia Legislativa da Bahia. Tradicionalmente são eleitos apenas quatro parlamentares, mas é também da tradição do Comitê que congrega a imprensa especializada, nos casos de empate, conferir o Troféu Imprensa às partes envolvidas. Este ano o presidente Ângelo Coronel obteve 26 dos 34 votos possíveis, sendo seguido por Hildécio Meireles, que preside a comissão de Infraestrutura da ALBA com 12 votos. Na terceira posição ficaram os deputados Marcelo Nilo (PSL) e Fabíola Mansur (PSB) com oito votos cada, presidente da comissão de Finanças e Orçamento, Educação e Cultura respectivamente, enquanto o quarto lugar reuniu os deputados Adolfo Viana (PSDB), líder do bloco parlamentar PSDB, PRB PPS; Alex da Piatã (PSD) presidente da comissão de Saúde e Saneamento; José de Arimateia (PRB) presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde; e o 4º secretário da Casa, o peemedebista Luciano Simões Filho, cada um com sete votos. 

Já os repórteres setoristas responsáveis pela divulgação e repercussão das atividades no Legislativo em 2017, que foram votados pelos deputados da Casa, receberam também suas premiações de acordo com a categoria. O jornalista Levi Vasconcelos, de A Tarde, ganhador do troféu Quintino de Carvalho, destinado à mídia impressa, o jornalista Luiz Fernando Lima, do Bocão News, ficou com o troféu Armando Lobracci Netto, destinado aos profissionais de internet, e o troféu Wilson Menezes, que é destinado aos profissionais de rádio e televisão, será recebido pelo jornalista e radialista Itamar Ribeiro, da Rádio Sociedade de Feira de Santana. Além disso na oportunidade também foi empossada a nova diretoria do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, com a recondução do jornalista Osvaldo Lyra.

BAHIA É ATINGIDA POR TEMPESTADE SUBTROPICAL “GUARÁ”

Por: Viviane Nonato BNews

O tempo fechou na orla de Salvador

Ventos fortes e uma intensa chuva atingiu a capital baiana por volta das 17h, neste sábado (9). Trovões e raios também foram registrados.

Segundo a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), formou-se na manhã deste sábado, “um ciclone subtropical sobre o mar próximo ao litoral do Estado do Espírito Santo e Sul do Estado da Bahia. A intensidade dos ventos associados a esse ciclone o caracteriza como Tempestade Subtropical, tendo sido nomeada Guará”.

A Marinha detalha que a tempestade subtropical Guará “está ocasionando ventos muito fortes e ondas entre 3,0 e 5,0 metros de altura sobre o mar adjacente aos estados mencionados”. Trovões e raios também foram registrados. A previsão do setor de meteorologia do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) é que nos próximos dias, Salvador e Região Metropolitana enfrentem chuvas fortes e de curta duração. As temperaturas devem se manter estáveis, com mínimas de 23°C e máximas de 32°C.

Ainda em nota, a Marinha explica que a tempestade se afasta da região costeira, deslocando-se inicialmente para Leste e a partir do final da noite deste sábado desviará para Sudeste. O efeito desse fenômeno deve perdurar até a segunda-feira (11), conforme consta nos avisos de mau tempo emitidos pelo CHM.

Por fim, os navegantes são orientados a evitar a região, e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

Por meio de nota, a Defesa Civil (CODESAL) informou sobre o risco de alagamentos na cidade, mas não divulgou registros de emergência. Algumas localidades de Salvador já sentem as consequências da chuva, como na Cidade Baixa, onde foram registrados diversos pontos de alagamentos.

Por causa do mau tempo e fortes ventos na capital baiana, que chegaram a 38 km/h, a travessia Salvador – Mar Grande foi suspensa às 17h deste sábado. A expectativa é de que o sistema volte a operar no domingo.

APAGÃO DEIXA CIDADES DO SUL E SUDOESTE SEM ENERGIA POR CERCA DE 1 HORA

Ipiaú, Ibirataia, Gandu, Jitaúna, Jequié, Jaguaquara, Itiruçu, Itaquara, são algumas das cidades que ficaram sem energia na noite dessa terça-feira (04). O apagão teve início às 19h23 e durou pouco mais de uma hora.  Especula-se que um problema na Usina do Funil teria sido a causa da interrupção de energia elétrica nessas localidades. O número de cidade atingidas ainda não foi contabilizado, mas acredita-se que passa de 20. Até por volta das 21h35, a Coelba não havia emitido um comunicado sobre o que causou o blecaute nessas cidades.

RODOVIÁRIOS AMEAÇAM PARAR ATIVIDADES APÓS REUNIÃO SEM CONSENSO COM EMPRESÁRIOS

Foto Bocão News

Terminou sem acordo a reunião entre rodoviários de Salvador e os empresários de ônibus sobre a inclusão do benefício da integração com o metrô no vale-transporte dos trabalhadores. O encontro aconteceu na segunda-feira (20).

De acordo com o vice-presidente do sindicato da categoria, Fábio Primo, os rodoviários não possuem o benefício da integração com o metrô nos cartões de transporte.

Uma nova reunião com os representantes dos consórcios de transportes, o governo do Estado e a prefeitura deve acontecer na próxima semana. Segundo o dirigente, a possibilidade de paralisação não está descartada. “Se não tiver um consenso, infelizmente vamos ter que parar”, afirmou ao BNews.

PROCURADORIA SE MANIFESTA A FAVOR DA MANUTENÇÃO DA PRISÃO DE GEDDEL

Ex-ministro Geddel Vieira Lima

A Procuradoria Geral da República (PGR) se manifestou a favor da manutenção da prisão preventiva de Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Michel Temer.

Em documento encaminhado ao ministro Edson Fachin, do STF Supremo Tribunal Federal (STF), na sexta-feira (17), o vice-procurador-geral Luciano Maia afirmou que uma eventual concessão de liberdade a Geddel “coloca em grave risco a ordem pública e vulnera a garantia da aplicação da lei penal”. Maia ressalta que o ex-ministro é suspeito de ter ocultado quase R$ 52 milhões em um apartamento, que, quando descoberto, “constituiu a maior apreensão de dinheiro vivo da história criminal brasileira”.

O procurador destaca informações apresentadas por Job Ribeiro Brandão, ex-assessor de Geddel e de seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). As digitais de Job foram identificadas no dinheiro que estava no imóvel.

No documento, Maia afirma que Job disse à Polícia Federal que destruiu anotações, agendas e documentos a pedido de Geddel, de Lúcio e de Marluce, a mãe deles, enquanto o ex-ministro cumpria prisão domiciliar, entre julho e setembro deste ano, em Salvador.

Os documentos destruídos, de acordo com Job, foram “colocados em sacos de lixo e descartados”, e “picotados e colocados na descarga do vaso sanitário”.

O procurador destaca que existe a suspeita de que os irmãos tenham cometido o crime de peculato, pois Job disse que devolvia cerca de 80% do salário como assessor parlamentar (R$ 8.000) aos políticos.

Job disse ter sido contratado como assessor parlamentar, mas que prestava serviços pessoais à família, para a qual trabalhou durante 28 anos. “Tal suposta prática de peculato do patrimônio da União teria perdurado até Job ser sido exonerado da função pública, em 27/10/2017, por efeito desta investigação”, escreveu o procurador. Mais adiante ele conclui: “Ao que tudo indica, portanto, uma relação criminosa de trato sucessivo, levada a efeito também por Geddel, subsistiu à sua prisão domiciliar e à atual prisão preventiva em Brasília/DF –decretada em 17/10/2017”, afirmou.

Maia também destaca que o corretor de valores Lúcio Funaro disse que sua mulher foi procurada por Geddel, que queria evitar que ele fizesse acordo de delação premiada com a Lava Jato.

Geddel foi preso em 5 de setembro, após a PF apreender mais de R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador.

O caso era investigado na primeira instância, mas foi deslocado para o STF depois que surgiram indícios de participação do deputado federal Lúcio Vieira Lima.

Informações Bocão News e Folhapress

“CAMPO DE AVIAÇÃO” DE JEQUIÉ COMPLETA 63 ANOS NESTE DOMINGO

19 de novembro de 1954, data do primeiro pouso de um avião de escala comercial, no aeroporto Vicente Grillo em Jequié

Ao centro, de roupa branca e cabelos grisalhos, o grande benemérito de Jequié, Vicente Grillo.

Multidão acorreu ao “Campo de Aviação” para assistir a aterrissagem e decolagem do Douglas DC-3 da Nacional Linhas Aéreas.

A Jodan foi a primeira agência de passagens e de representação da Nacional

Fotos e textos extraídos de publicação de Messias Memória (Jequié-Bahia).

Hoje, 19 de novembro de 2017, o “Campo de Aviação” de Jequié, transformado em Aeroporto Vicente Grillo, não conta com a infraestrutura correspondente à evolução da aviação comercial brasileira. Não dispõe de sistema de radares, há equipamentos para decolagem e pouso por instrumentos, inexiste conforto para os passageiros e tripulantes das raras aeronaves de pequeno porte que fazem escala por aqui. A economia e a cultura sofrem muito com esta carência, já que a carência de rapidez e segurança, alcançadas pela modalidade de deslocamento em outros centros, inibem a presença constante de investidores, agentes culturais, sem falar das urgências e emergências supridas por estes equipamentos numa sociedade em pleno crescimento demográfico.

Muito já se falou a respeito da modernização e funcionamento do aeroporto Vicente Grillo, inclusive a hipótese de construir-se um novo aeroporto, desta vez regional, para atender a demanda de cerca de 23 municípios. Falou-se em instalações no grande platô natural que existe no entrocamento de Jaguaquara, mas… Entra prefeito, sai prefeito, governadores, senadores e outros figurões que deveriam estar peermanentemente ligado a tais providencias, mas, infelizmente, pelo que se percebe, precisaria que um novo Vicente Grillo renascesse por aqui. Como sou reecarnacionista, não acho impossível tal solução. 

De qualquer maneira, deveríamos comemorar o fato de que há 63 anos atrás podíamos nos deslocar do bairro do jequiezinho para o Rio de Janeiro, Salvador, e, por que não, para o resto do mundo.

 

 

CORONEL VOLTA DA CHINA, REASSUME A PRESIDÊNCIA DA ALBA EM CLIMA DE FESTA

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA – Angelo Coronel, reassumiu na última segunda feira (13.11), a chefia do Legislativo, depois de 25 dias de viagem à China, Japão, Singapura e Emirados Árabes. Os servidores da Casa fizeram uma grande festa para o presidente, recebido com cartazes, aplausos e abraços na entrada principal do Palácio Luís Eduardo Magalhães. Antes de retornar à ALBA, Coronel foi recebido em almoço pelo governador Rui Costa, junto com líderes partidários, no prédio da Governadoria.

Funcionários passaram a chamar o deputado Ângelo Coronel de presidente “Anjo” Coronel.

Ontem, quarta feira (14). Coronel  promulgou o Plano de Cargos e Salários dos servidores da Assembleia Legislativa. “Fiquei emocionado com o carinho demonstrado por todos nesse meu retorno. São atitudes como essas que realmente nos recompensam e mostram que estamos no caminho certo. Não posso querer um poder independente e soberano, com pessoas insatisfeitas. Com o PCS, corrigimos distorções de mais de 30 anos”, diz Coronel. Os funcionãrios da Assembleia Legislativa da Bahia mandaram fazer camisetas comemorativas à promulgação do tão sonhado Plano de Cargos e Salãrios, trazendo no peito escrito a palavra “Anjo” numa alusão ao prenome Ângelo, do presidente da ALBA.

ESPÍRITAS REALIZAM EM SALVADOR O 17º CONGRESSO ENFOCANDO O TEMA “O IDEAL ESPÍRITA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA”

Divaldo Franco em conferência de abertura do 17º Congresso Espírita da Bahia

O coordenador geral do Congresso e presidente da FEEB André Luiz Peixinho

Com números impressionantes em relação ao espaço disponível, a Federação Espírita do Estado da Bahia realizou o seu 17º Congresso, agregando cerca de 2000 pessoas no espaço de convenções do Hotel Fiesta durante o período de quinta-feira (2) a domingo (5). Foram quase 1.800 inscritos de cerca de 200 municípios, sem contar, por não termos registro numérico, os visitantes de 10 estados da federação e de países como Paraguai, Uruguai, Estados Unidos, Suíça, Colômbia, Chile e Bolívia. Além disso, também esteve presente expressivo número de participantes que não frequentam qualquer instituição espírita, não apenas na solenidade que deu início ao evento, como nas diversas atividades ao longo do período.

Já na abertura, antes da marcante conferência de Divaldo Franco, transmitida para todo o Brasil através da FEBTV, com ampla e inteligente abordagem sobre o tema central do Congresso, aconteceu em produção esmerada, a apresentação eletrônica de aproximadamente 8 minutos, entremeada com performance artística e apresentação musical, relatando, em takes rápidos e concisos, a partir do século XIX com o nascimento espiritismo em 1857 pelo influente educador, tradutor, autor e mestre francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, o Allan Kardec.

Em texto conciso e claro, demonstrou o processo de consolidação, através de pesquisas e experimentações, da doutrina dos espíritos, desde o lançamento de O livro dos Espíritos, também festejado e comemorado pelos seus 160 anos de existência.

Sob os olhares entusiasmados do presidente da Federação Espírita Brasileira, Jorge Godinho, dos  presidentes da Federação Espírita do Piauí, José Lucimar e do Rio Grande do Norte, Eden Lemos, entre outros convidados do presidente da Federação Espírita da Bahia, André Luiz Peixinho, o áudio visual prosseguiu demonstrando os conflitos humanos, a revolução francesa e a quebra de paradigmas com o iluminismo, contribuindo para a que a mensagem de paz e compreensão entre os homens atravessassem aquele conturbado século, até encontrar o fértil solo brasileiro onde o espiritismo floresceu e se consolidou no país que será, definitivamente, o coração do mundo e pátria do evangelho.

No decorrer dos dias, palestrantes convidados de todo o Brasil, abordaram vertentes variadas do tema central, trabalhadores espíritas confraternizaram, atualizando suas práticas sob a bandeira da unificação. Os conferencistas compartilharam seus conhecimentos e graças a inteligente metodologia de interatividade, acabaram por também acrescentar novas informações e aprendizagens, numa positiva simbiose de fraternidade e cultura.

O encerramento, não menos emocionante, fez com que os organizadores do 17º Congresso Espírita do Estado da Bahia, através de inteligentes e oportunas abordagens, descobrissem um jeito novo de agradecer aos trabalhadores voluntários, que desfilaram de mãos dadas, alvo das homenagens através da música e dos cumprimentos dos congressistas. As despedidas foram improvisadas, também através das histórias e trechos evangélicos narrados e discutidos por eloquentes conferencistas, com recorrentes momentos de profundo enlevo. A música, na voz da excelente Margareth Áquila elevou o clima vibratório de intensa emoção, ao tempo o poema “A Magna Amizade – A Despedida entre mestre e discípula”, página a página ia sendo exibido nos três telões do salão Íris e reproduzido nos telões do salão Lótus, em outro andar. Não apenas na elaboração da programação, na seleção dos conferencistas convidados, juntamente com sua equipe de excelência, André Peixinho se superou!

CORONEL VISITA A CHINA EM BUSCA DE NOVOS INVESTIMENTOS

Coronel e Eleusa na China.

Em sua visita a China, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Angelo Coronel, tem como os alvos principais do roteiro as indústrias dos segmentos eletro-eletrônicos, de lâmpadas LED, placas fotovoltaicas e veículos especiais.

Acompanhado de sua esposa, Eleusa, Coronel realiza uma visita não-oficial ao país que é uma das duas maiores potências econômicas mundiais.

“É uma viagem particular, mas não deixo de pensar no desenvolvimento de minha terra. Por isso, estou visitando diversas indústrias, em busca de novos investimentos industriais para a Bahia”, explica Coronel.

O presidente da ALBA diz que acalenta o sonho de ver o estado da Bahia mais desenvolvido. “E só vamos alcançar isso com mais indústrias e mais empresas de serviços. Precisamos  gerar mais empregos para a população, para sermos de fato independentes e com uma melhor distribuição da riqueza”, diz o presidente da ALBA.

Encantado com a China, Coronel diz que o Brasil tem muito a aprender com o país que se tornou uma das duas maiores potências mundiais, com população estimada em mais de 1,4 bilhões de pessoas.

Segundo Coronel, o modelo socialista/capitalista dos chineses parece contraditório, mas dá muito certo. “A presença do Estado é muito forte, mas a competitividade capitalista está presente em tudo”, diz Coronel.

TU É DE JEQUIÉ?

No aniversário de 120 anos da emancipação política e administrativa de Jequié, muitas manifestações de bom humor e criatividade aconteceram na via pública. Veja essa: